QUEM SOU

Jornalista por mais de uma década, fui editor de revista no começo, assessor de imprensa em política e pedi demissão. Virei freelance e hoje estudo enfermagem (técnico). Infelizmente a área da comunicação não oferece concursos nem empregos suficientes para a quantidade de jornalistas desse Brasilzão.
Coleciono selos e postais e tudo que eu achar que devo guardar pra sempre (pedras e tampinhas de garrafa, por exemplo). Adoro gente esperta e inteligente.
Gosto de azul e branco, de cachorros pequenos, sei francês, inglês, “casteJano” porteño e um pouco de polonês.
Na infância fui coroinha e era super católico. Na adolescência aprendi a meditar como fuga para não ter um ataque de nervos. E depois de adulto me descobri no espiritismo. Também aprecio muito as religiões orientais (que pensam no todo e não no indivíduo).

Veja alguns dos meus trabalhos na página Portfolio.